quinta-feira, 14 de julho de 2016

Eleições municipais 2016: quem são os pré-candidatos a prefeito de Cacoal?

14/07/2016

Entre 20 de julho e 05 de agosto, deste ano, ocorrerão as convenções partidárias para a definição das candidaturas aos cargos de prefeito e vereador. 5.570 municípios brasileiros devem, respectivamente, eleger o mesmo número de prefeitos e vices, além de, aproximadamente, 56 mil vereadores.


Em Cacoal, as manifestações das pré-candidaturas já são propaladas pela cidade. Fala-se em pelo menos oito nomes com pretensões à Prefeitura. Marco Aurélio Vasques (PSD), Maria Simões (PR), Valdeci Lopes (PRB), Elcirone Deiró (PP), Dimas da Construfácil (PT), Dr. José Costa (PSOL), Acelino Marcon (PDT) e Glaucione Rodrigues (PMDB).

A deputada estadual Glaucione Rodrigues é a mais experiente entre os pretensos concorrentes à Prefeitura de Cacoal. Deputada, no seu segundo mandato, ex-vereadora do município, ex-secretária municipal de saúde e, se confirmada sua candidatura nas convenções, irá para sua terceira corrida eleitoral, rumo ao Palácio do Café.

O pré-candidato Marco Aurélio Vasques sempre esteve à frente de importantes cargos na administração pública, tanto municipal quanto estadual. Na sua trajetória política, entre outras funções, foi secretário municipal de saúde e Diretor do Hospital Regional de Cacoal. Sendo aprovado em convenção, concorrerá pela primeira vez à Prefeitura.

Maria Simões, vereadora eleita em 2012 pelo PT, tem um trabalho concentrado, entre outras coisas, nas políticas públicas voltadas para o social e ao combate à violência contra as mulheres. Antes de se tornar oposição à atual administração, ocupou cargo no SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto). "Pode trocar uma reeleição assegurada para arriscar voo mais alto."

Valdeci Lopes é um empresário da comunicação. Foi candidato a deputado estadual, mas não se elegeu em 2014. Pretendeu uma candidatura em 2012 a prefeito, porém não vingou. Passando nas convenções, concorre pela primeira vez ao Palácio do Café.

Elcirone Deiró também é empresário e atual presidente da ACIC (Associação Comercial e Industrial de Cacoal). Tem penetração no meio esportivo do município e pode concorrer pela primeira vez.

Dimas da Construfácil, nome histórico do PT, já foi candidato a vereador e busca pela primeira vez uma candidatura ao executivo. Empresário, ele é o nome da situação para dar continuidade à administração petista no município.


Dr. José Costa, advogado, atuando na cidade e na região desde os anos 90, já ensaiou algumas candidaturas, mas nenhuma se consolidou. Passou por vários partidos, sempre de esquerda, (PT, PSB e PSOL). Ocupou o cargo de advogado da Câmara Municipal, entre outras funções, em associações, além de escrever sobre política para jornais locais.

O PDT lançou a pré-candidatura do atual vice-prefeito Acelino Marcon. Ex-deputado estadual, ele é um importante empresário da cidade. Na metade deste mandato, rompeu as relações políticas com o atual prefeito Padre Franco (PT), por divergências administrativas.

Vale ressaltar que alguns outros importantes partidos ainda não definiram seus pré-candidatos, como o PSDB e o PTB.

Especula-se que o PTB cogita uma coligação com o PMDB com a intenção de indicar o candidato a vice de Glaucione.  Quanto ao PSDB, ainda não temos informações. 

Messias Pereira

terça-feira, 12 de julho de 2016

PREFEITURA DE CACOAL REALIZARÁ LEILÃO DE BENS MÓVEIS INSERVÍVEIS


Lotes que serão arrematados poderão ser visitados pelos interessados nos dias 18 e 19 de julho.
postado em 08/07/2016 as 09:14.A Prefeitura de Cacoal realizará no dia 20 de julho, leilão público de bens móveis e sucatas. Conforme a comissão especial de licitação serão leiloados ítens que não servem mais para a patrimônio público municipal. Entre os lotes que devem ir a leilão estão veículos leves, motocicletas, micro-ônibus, caminhões, tratores, máquinas pesadas e equipamentos.

De acordo com edital disponível no portal www.cacoal.ro.gov.br, o leilão será presencial e poderá participar do certame, qualquer pessoa física ou jurídica no pleno gozo de seus direitos civis. Com exceção de funcionários públicos municipais da administração direta e indireta de Cacoal, os membros da comissão do referido leilão, os membros da Superintendência de Licitação, o leiloeiro e os menores de 18 anos não emancipados.

Os interessados em participar na modalidade pessoa física devem apresentar os seguintes documentos: CPF e RG; comprovante de endereço; carta de credenciamento de pessoa física (autenticada em cartório) e comprovante de emancipação, observado os limites da lei quando for menor de idade. Já para a pessoa jurídica é preciso do Contrato Social e CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica); RG e CPF do representante legal da empresa ou procuração por escritura pública outorgada pelo sócio administrador para essa mesma finalidade; carta de credenciamento de pessoa jurídica (autenticada em cartório) . Todos os interessados deverão fazer credenciamento até 30 minutos antes do horário de abertura previsto para o inicio do leilão.


DATA, HORÁRIO E LOCAL PARA VISITAÇÃO DOS BENS

Conforme o edital, os lotes que serão arrematados poderão ser visitados pelos interessados nos dias 18 e 19 de julho, das 07h30min às 12h e das 14h às 17h, no pátio da Secretaria Municipal de Obras, localizada na Av. Araçatuba nº 2296, Bairro Industrial.
Os arrematantes deverão nos dias determinados para visitação, vistoriar, examinar, sendo de sua inteira responsabilidade fazer as averiguações quanto ao modelo, cor, ano de fabricação, potência, problemas mecânicos, número e códigos de motor e chassi, estado do motor e chassi (se corroído ou não), e estarem cientes de que no caso de haver número de motor ou chassi legível que não sejam originais de fabrica, terão a responsabilidade exclusivamente pela trocar das peças necessárias e remarcá-las para posterior regularização junto aos órgãos competentes. A avaliação pelo interessado será exclusivamente visual, sendo vedados quaisquer outros procedimentos, como experimentação ou remoção dos bens do local em que se encontram.

Acesse o edital: http://www.cacoal.ro.gov.br/PDFS/PMC_LEILAO_PUBLICO_001_2016.pdf.


Fonte: Asessoria de Comunicação/Prefeitura de Cacoal 

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Algo a dizer sobre os políticos brasileiros?

Bezerra da Silva responde:

"Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão
Se gritar pega ladrão, não fica um
Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão
Se gritar pega ladrão, não fica um"



sábado, 12 de dezembro de 2015

SAÚDE PÚBLICA


Estrutura do Hospital Estadual de Urgência e Emergência de Cacoal surpreende e ganha elogio do ministro da Saúde
Hospital Estadual de Urgência e Emergência (Heuro) de Cacoal vai ajudar a desafogar o Pronto socorro João Paulo II, na capital.
Surpreendido com estrutura do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (Heuro) de Cacoal, que foi inaugurado, na manhã desta sexta-feira (11), o ministro da Saúde Marcelo Castro disse que a unidade é exemplo para o país, pois compartilha serviços entre os governos municipal, estadual e federal. O Heuro vai atender a região centro-sul de Rondônia. Segundo Castro, o governador Confúcio Moura foi ousado e determinado ao adotar o formato que regionaliza a saúde em Rondônia.

O Heuro, segundo o ministro, é um exemplo de como deve ser gerida a saúde no país. “Vocês devem ter orgulho desta obra. Não é comum encontrar um igual em todo o país”, discursou.

A inauguração do hospital levou para Cacoal lideranças de vários segmentos. Estavam presentes prefeitos da região, indígenas, representantes da  classe médica e parlamentares. Nos discursos, os registros de gratidão ao governador Confúcio Moura foram comuns.

O governador anunciou que as ações para melhorar a saúde em Rondônia continuarão e citou, entre elas, a construção de uma policlínica especializada em Cacoal, reforma no Centro de Medicina Tropical (Cemetron), em Porto Velho. Ele ainda pediu ajuda aos parlamentares para que continuem destinando recursos para o setor.

Em outra parte do discurso, Confúcio defendeu a união de toda a sociedade para evitar que a crise econômica afete Rondônia e fez uma convocação: “vamos trabalhar mais, produzir mais para superar as diversidades”.

RACIOCÍNIO
O Heuro, segundo o ministro da Saúde Marcos Castro,é um exemplo 
de como deve ser gerida a saúde no país

Ao secretário estadual da Saúde, Wiliames Pimentel, o ministrou deixou um elogio. Disse que trata-
se de um profissional com raciocínio lógico, que tem conhecimento de causa e espírito empreendedor. Marcelo Castro referiu-se ao prefeito Franco Vialetto como um personagem que lutou muito para realizar um sonho, a construção do Hospital Daniel Comboni, onde funciona agora o Heuro.

O Heuro de Cacoal divide o estado em duas macro regiões para o atendimento de urgência e emergência médica. A partir de agora, os pacientes que se encaixam nas definições de urgência e emergência serão encaminhados para a unidade de Cacoal. Até agora, todo o fluxo era direcionado para Pronto-Socorro João Paulo II, em Porto Velho, que foi inaugurado em 1984 com 50 leitos e conta, atualmente, com 152. A capital é a sede da segunda macro região de saúde.

O Heuro Cacoal tem estrutura moderna, com 79 leitos de internação, serviço de traumatologia, ortopedia, clínica geral e oncologia, além de apoio de diagnóstico laboratorial e por imagem de tomografia, raios-X digital. Em pouco tempo também contará com ressonância magnética. Conta também com quatro centros de cirurgia geral, ortopédica, neurocirurgia e ainda o serviço de hemodinâmica

COMODATO

Após a inauguração, as salas passaram por desinfecção e, imediatamente, foi iniciada a transferência dos pacientes de urgência e emergência que estavam na área do Hospital Daniel Comboni, que continua funcionando no mesmo complexo onde está o Heuro.

Originariamente, o prédio onde está o Heuro Cacoal pertence à Associação Daniel Comboni e foi cedido em regime de comodato ao governo de Rondônia por 30 anos, renováveis por mais 30 de acordo com interesse do estado. Para consolidar a parceria o estado investiu cerca de R$ 5 milhões na estrutura das edificações e equipamentos, que são de alta tecnologia.

A estratégia governamental está focada na diminuição da concentração de serviços na capital, e, também, fortalecer a regionalização da saúde, favorecendo ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) o atendimento mais próximo de sua residência.

Para minimizar o déficit pelo serviço, o governo de Rondônia criou a Macro Região II, e nela o Heuro Cacoal, que passa a ser referência para mais de 700 mil habitantes da área compreendida entre os municípios de Ji-Paraná e Vilhena, além do Vale do Guaporé.

Parlamentares, como o senador Valdir Raupp e o deputado federal Nilton Capixaba, reiteraram durante a inauguração que continuarão direcionando recursos para fortalecer a saúde em Cacoal. Também discursaram elogiando o governador pela iniciativa a deputada federal Marinha Raupp, o deputado estadual Maurão de Carvalho, presidente da Assembleia Legislativa, além do prefeito Padre Franco. Este, destacou a gratidão ao governador e, também, a voluntários que trabalharam no Hospital Daniel Comboni.

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia


AGRONEGÓCIO DO CAFÉ


Cafeicultores de Ouro Preto do Oeste discutem perspectivas do Café para Rondônia


Café de Rondônia é exportado para vários estados do País e outros países
Fortalecer a cafeicultura e despertar o interesse para implantação de novas lavouras da cultura na região. Este foi o principal objetivo do I Encontro sobre as perspectivas da cafeicultura, realizado nesta terça-feira (8), em Ouro Preto do Oeste. Promovido pelo governo estadual, com articulação da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), o evento reuniu cafeicultores de Ouro Preto do Oeste, Ji-Paraná, Mirante da Serra e Nova União.

Texto: Wania Ressutti
Foto: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Rádio 2


Rádio


quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

HISTÓRIA: Governo de Rondônia e Exército inauguraram nesta quinta-feira, 10, o Memorial Rondon, em Porto Velho

10/12/2015

Nesta quinta-feira (10,) às 9h no Largo da Capela de Santo Antônio em Porto Velho, foi inaugurado o Memorial Rondon, um espaço para  abrigar o acervo da vida e obra de Marechal Rondon, responsável pela construção  da linha telegráfica de Cuiabá a Santo Antônio do Madeira, concluída em 1915.

O espaço do memorial foi construído pela concessionária Santo Antônio Energia, que investiu cerca de R$ 3 milhões. “A realização do projeto Memorial Marechal Rondon é fruto da parceria entre empresas privadas, governo do estado, Exército e  a Universidade Federal de Rondônia que se converte no principal atrativo turístico de Porto Velho”, destacou o superintendente de Turismo de Rondônia, Julio Olivar.
Fonte
Texto: Luana Lopes
Fotos: Admilson Knightz
Secom - Governo de Rondônia

Rondônia sedia 6º Forum de Governadores do Brasil Central nos dias 17 e 18 de dezembro, em Porto Velho

10/12/2015

Encontro será realizado no Palácio Rio Madeira
Na próxima quinta (17) e sexta-feira (18), Rondônia vai sediar o 6º Fórum de Governadores do Brasil Central, que reúne os estados do Centro-Oeste, além de Rondônia e Tocantins, para discutir projetos e interesses em comum entre os estados participantes. Entre as pautas do encontro, que encerra as atividades do consórcio em 2015, está a apresentação de projetos de infraestrutura e logística para o próximo ano.
O Consórcio Brasil Central, regulamentado pela Lei Estadual 3.638/2015, é uma associação pública de autarquia e tem por objetivo o desenvolvimento econômico e social de maneira sustentável e competitiva da região na qual estão inseridos os estados membros – Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins.
A última reunião, realizada em Brasília, elegeu o governador de Goiás, Marconi Perillo, como presidente do grupo. Desta vez, os integrantes farão a eleição do secretário executivo e indicação de membros para ocupação dos demais cargos técnicos.
Participarão do Fórum de Rondônia os governadores do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg; de Rondônia, Confúcio Moura; de Mato Grosso, Pedro Taques; de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; de Tocantins, Marcelo Miranda e de Goiás, Marconi Perillo.
Fonte
Texto: Vanessa Vasconcelos
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

SAÚDE PÚBLICA: Hospital de Emergência e Urgência de Cacoal vai desafogar Pronto-Socorro João Paulo II, em Porto Velho

10/12/2015
Heuro de Cacoal será inaugurado na sexta-feira

Estimada em 700 mil pessoas, a população do interior de Rondônia terá uma nova referência em atendimento médico de urgência e emergência a partir desta sexta-feira (11) em Cacoal. É quando o governo estadual inaugura a primeira unidade do Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro), o maior hospital público do interior de Rondônia.

A população beneficiada está nas regiões entre os municípios de Jaru e Vilhena e, também, a residente na maioria das cidades localizadas no eixo da BR-429, rodovia que dá acesso à fronteira com à Bolívia. Essa nova porta de entrada a tratamento médico garante o esvaziamento do mais requisitado hospital público de Rondônia, o João Paulo II, em Porto Velho na capital, que há 30 anos acolhe pacientes de todo o estado e dos vizinhos Acre, Amazonas e Mato Grosso. Essa demanda provoca a superlotação na unidade.

O Heuro Cacoal está estruturado e equipado com modernos 110 leitos. Além dos atendimentos de emergência e urgência, a unidade conta também com especialidades como oncologia, cardiologia, ortopedia, clínicas médica e cirúrgica, bucomaxilofacial e quatro salas cirúrgicas. Tudo climatizado e com gases canalizados. O Heuro dispõe de laboratório próprio e realiza exames de alta complexidade, como tomografia, por exemplo.
Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

domingo, 15 de novembro de 2015

Líderes do Brics defendem cooperação para o combate ao terrorismo

Internacional - Agência Brasil
(Roberto Stuckert Filho/PR)

Presidenta Dilma Rousseff participa, na Turquia, da Reunião de Líderes 

do Brics 

A presidenta Dilma Rousseff e os líderes da Rússia, da China e da África do Sul defenderam hoje (15) o fortalecimento da cooperação dentro do bloco de nações emergentes e também com outras nações, para o combate ao terrorismo.

Dilma Rousseff, do Brasil, os presidentes Xi Jiping, da China, Vladimir Putin, da Rússia, e Jacob Zuma, da África do Sul, além do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, reuniram-se em Antalya, na Turquia, antes de participar da reunião do Grupo das 20 (G20) principais economias mundo.

Rousseff discursou no encontro do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, e reiterou seu repúdio aos ataques ocorridos em Paris, na última sexta-feira.
"Essa atrocidade torna ainda mais urgente uma ação conjunta de toda comunidade internacional no combate sem tréguas ao terrorismo", disse Dilma Rousseff.

A Presidente brasileira afirmou também que a coordenação do país no G20 irá priorizar temas como os investimentos em infraestruturas, a redução da volatilidade dos mercados globais, a reforma das instituições financeiras e o combate à pobreza e à desigualdade.

Rousseff defendeu uma administração internacional mais "equilibrada e representativa", a reforma do Fundo Monetário Internacional (FMI) e considerou o grupo do Brics como uma "força positiva para a retomada do crescimento global".

Os líderes do Brics divulgaram, em comunicado conjunto, que a recuperação da economia mundial "ainda não é sustentável, o que realça a importância do fortalecimento da coordenação e da cooperação em políticas macroeconómicas entre os membros do G20, para evitar repercussões negativas e de modo a lograr crescimento forte, equilibrado e sustentável".

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou no sábado, em comunicado, os atentados de sexta-feira em Paris, que causaram 129 mortos, 352 feridos, 99 em estado grave.
Sete terroristas foram encontrados mortos nos locais dos ataques, segundo informação das autoridades francesas.

Os ataques ocorreram em pelo menos seis locais diferentes da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde ocorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.
Edição: José Romildo

Edição: José Romildo

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Força crescente do El Niño ameaça a vida de crianças, alerta Unicef

(Agência Lusa - notícia extraída da Agência Brasil) - O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) estimou hoje (10) que 11 milhões de crianças estejam em risco de fome, doenças e falta de água na África Oriental e Austral em consequência da força crescente do fenômeno meteorológico conhecido por El Niño.

Segundo o Unicef, o El Niño também provoca secas e cheias em partes da Ásia, da região do Pacífico e da América Latina.

O fenômeno é um padrão climático ligado ao aquecimento das águas de superfície do Oceano Pacífico, que pode ter efeito profundo em todo o mundo.

As manifestações do El Niño tendem a ocorrer com uma periodicidade que varia entre dois e sete anos.

"As consequências poderão ter efeito cascata sobre várias gerações, a menos que as comunidades afetadas recebam apoio para lidar com a quebra das colheitas e a falta de acesso à água potável, que deixam as crianças malnutridas e em risco diante das doenças que matam", alertou o Unicef.

Caminhoneiros mantêm protestos e bloqueiam rodovias

(Agência Brasil) - Caminhoneiros mantêm as paralisações iniciadas ontem (9) em todo país. Segundo o líder do Comando Nacional de Transporte, Ivar Luiz Schmidt, que organiza o movimento, os protestos continuam em 14 estados, com 46 pontos de bloqueio.

De acordo com os dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), os caminhoneiros fazem o bloqueio parcial em sete estados: Minas Gerais, Paraná, Tocantins, Santa Catarina, Ceará, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Os caminhoneiros afirmam que também fazem paralisações em São Paulo, Mato Grosso, no Espírito Santo, Rio Grande do Norte, em Pernambuco e no Maranhão.

O movimento pede que o governo atenda a pauta apresentada em março. Eles criticam ainda a atual situação econômica do país.

Segundo Schmidt, o movimento quer a saída da presidenta Dilma Rouseff e conta com o apoio de grupos como o Movimento Brasil Livre e Revoltados Online. O líder dos caminhoneiros reclama ainda da falta de diálogo com o governo e da demora em dar início à negociação. 

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, disse ontem que os caminhoneiros em greve não apresentaram uma pauta de reivindicações e que a paralisação tem como objetivo o desgaste político do governo.

Edição: Lílian Beraldo

Lama de barragens chega a Colatina, no Espírito Santo

Extraída da Agência Brasil
(Agência Brasil) Uma onda de lama chegou na madrugada de hoje (10) ao município de Colatina, no noroeste do Espírito Santo. A onda já passou pelo Rio Gualaxo do Norte, pelo Rio do Carmo e agora está se deslocando ao longo da calha do Rio Doce. A previsão é de que amanhã (11) chegue a Linhares. Segundo o Sistema de Alerta de Eventos Críticos (Sace), vinculado ao Serviço Geológico do Brasil, a onda de lama não causará enchentes nos municípios que estão localizados às margens do Rio Doce.

A lama é resultado do rompimento de duas barreiras de contenção de rejeitos da mineradora Samarco, que ocorreu na última quinta-feira (5) na região de Mariana (MG). O acidente destruiu o distrito de Bento Rodrigues, na zona rural do município.

Segundo o Corpo de Bombeiros, três mortes foram confirmadas e mais dois corpos passam por análise. Há 24 pessoas desaparecidas e mais de 600 pessoas estão desabrigadas e alojadas no ginásio da cidade e em hotéis. Os sobreviventes estão recebendo donativos, apoio médico, medicação e água. Segundo a prefeitura, mais 200 pessoas estão em casas de parentes.

O Serviço Geológico do Brasil faz o monitoramento contínuo da Bacia do Rio Doce, que abrange diversos municípios do leste de Minas Gerais e do Espírito Santo, para acompanhar a evolução da onda de lama provocada pelo rompimento das barragens. O sistema tem como objetivo alertar 15 municípios da bacia quanto ao risco de ocorrência de enchentes, sendo 12 em Minas Gerais e três no Espírito Santo.

Edição: Graça Adjuto